'Larápio' é pego pela PM furtando residência no Conta Dinheiro

Além de ser pego furtando estava com MP ativo e foi direto para o presídio

Foto: Jornal O Momento

Começo da tarde do dia 29, um foragido da justiça fez com que os policiais de Lages ficassem em alerta.

A guarnição 0101 foi acionada via 190 para se deslocar até a Rua Luís de Camões, numeral 2323 em frente ao CAV. Chegando ao local a guarnição deparou com a referida residência em que o portão da frente da residência estava aberto, os "homi" ouviram barulhos no interior da residência, ato contínuo, a guarnição iniciou a varredura do imóvel sendo que na calçada lateral de acesso a residência haviam umas sacolas, (objetos do furto).

Diante dos fatos foi pedido apoio para as guarnições do Rocam, PM5404, PM3151, e PM4794 que imediatamente começaram uma varredura pela região. A guarnição 0101 que já estava na casa vizinha, visualizou as fechaduras das quitinetes arrombadas e iniciou uma "caçada" ao "Marvadeza" no primeiro imóvel e constatou que a primeira residência estava revirada, posteriormente, realizado a varredura tática da segunda quitinete e visualizou o autor do furto de moletom preto e calça preta e boné preto, pulando uma janela e evadindo pela sacada do imóvel.

Após cerco montado a guarnição encontrou um masculino com vestes, camiseta branca e calção verde, escondido em um porão de uma residência fundos do CRAS, o masculino estava visivelmente agitado provavelmente sobre efeito de droga. O autor chutou um portão atirando sobre o soldado, e não acatou a ordens da Gu de sair do local e recusou-se a sair de onde se encontrava, no momento que os "homi" colocam a mão no masculino, o "lazarento" diversas vezes tentou morder e agredir os policiais.

O Marvadeza foi tão "ladino" que já tinha retirado as roupas que usou na invasão, mas os populares ajudaram a delatar o "Marvadeza". Já detido, foi visto que se tratava do Vulgo "gugu", José Augusto Avila da Silva, de 26 anos, e para ajudar a permanência do "vivente" na cadeia, vulgo "Gugu" tinha um mandado de prisão em seu desfavor. Diante do exposto a Gu deu voz de prisão ao masculino e conduziu o autor a delegacia de polícia para os devidos procedimentos legais.


Imagens

Logo_Branco_Sem_Fundo.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Momento