Protesto pede justiça para o caso do guri morto com 14 tiros no Cerrito

Justiça e pressa na investigação da morte de João Vitor Meneguzi foram as cobranças da manifestação

Moradores de bairros da região sul de Lages foram as principais avenidas da cidade no sábado (11/01) para protestar pedindo justiça e pressa na investigação da morte cruel de João Vitor Meneguzi, 16 anos assassinado com 14 tiros em uma festa de sol automotivo no interior de São José do Cerrito na madrugada do dia 04/01.

Familiares, amigos e conhecidos da vítima e da família com faixas e vestidos com camisetas com a estampa do rosto de João Vitor iniciaram a manifestação na Avenida Aujor Luz no Bairro Santa Catarina onde residia o guri e foram até a frente do Fórum Nereu Ramos onde foi rezado um pai nosso.

Bastante emocionados os pais e familiares mais chegados de João Vitor buscam sensibilizar a justiça e as policiais civil e militar para que vão a finco nas investigações que elucidem o que ocorreu na madrugada naquela trágica madrugada.

Entenda como foi o caso no dia do fato:

Por volta das 3h41min da madrugada desta sexta (04/01) a guarnição da Polícia Militar foi acionada no interior do município de São José do Cerrito, o velho Carú onde segundo populares um guri havia sido morto numa Festa de Som Automotivo, o famoso Racha de Som na Chácara do ex - vereador Aristides Miguel Melo, o Tide. 

Os home no local na Localidade de Bom Jesus junto ao Km 265 da BR - 282 constataram que um piá de 16 anos identificado como sendo João Vitor Meneguzi havia sido morto com vários tiros sendo que tinha várias perfurações pelo corpo.

No local foram localizadas 07 cápsulas de pistola ponto 40 deflagradas, 03 cápsulas deflagradas de munição 765 e um carregador de pistola com 04 munições intactas de calibre 765.

Testemunhas disseram os policiais que o autor do homicídio é um tal de Douglas, o Vulgo Alemão que mora no Bairro Guarujá em Lages que após cometer o crime deu no pé sem deixar rastros.

Diante dos fatos os PMs cerritenses acionaram o IGP, Policia Civil e identificaram a vítima como sendo um morador do Bairro Santa Catarina em Lages.

Um dos promotores da festa o também ex- vereador do Carú, Evandro Ariel Garcia Melo que alugou a chácara do pai dele o Tide se comprometeu em colaborar com a polícia para elucidar os motivos do bárbaro homicídio


Imagens


Logo_Branco_Sem_Fundo.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Momento