Senhora de 59 anos cai no golpe do bilhete premiado

Os vigaristas deram o golpe em plena luz do dia

Foto: Divulgação

No Bairro Copacabana na Rua São Joaquim na terça (19/05) por volta das 13hs mais um golpe de bilhete premiado foi atendido pela polícia e desta vez a vítima foi uma mulher de 59 anos.

A vítima contou aos home que estava saindo de casa quando foi abordada por um masculino, baixo magro vestes simples, e o "vigarista" chegou com o papinho de ter ganhado dois milhões de reais na Loteria Federal, porem relatou ser do interior e precisava de ajuda. Um segundo marvadeza chegou que nem cobra para dar o bote, elemento de estatura alta e de terno e um veículo novo, de cor prata. Esse "larapio" entrou na mente da senhora, induzindo a cair no "golpe do bilhete premiado".

O lizo veio perguntou se a vítima tinha algum dinheiro em sua conta bancaria que ele lhe daria R$ 100 mil reais caso lhe emprestasse e ai o zóio cresceu e a mulher deslocou até agencia do Sicoob efetuando uma retirada de sua conta de R$ 5 mil reais.

Os larápios quando viram que a senhora tinha caído no papo deles, pois já estavam com os pila, foram dando mais migué e o jovem do interior disse estar com fome indo ao Supermercado Myata e a vítima foi comprar um pastel para o vagabundo, quando retornou ao carro os dois vigaristas já estavam longe.

Os home foram acionados, quando chegaram no local a senhora estava muito nervosa devido morar sozinha, foi muito difícil para coletar as informações para reconhecer os vigaristas, a mesma não conseguiu relatar qual modelo do veículo, placas nem mesmo algo que possa ajudar a reconhecer esses dois maus caráteres.

Esse tipo de golpe (bilhete premiado) é muito velho. Os marvadezas escolhem o pessoal mais de idade, e começa ó papinho, ganhei, mais preciso que você me arrume uma certa quantia, que eu lhe darei um absurdo em dinheiro.

A dica que fica da redação de O Momento é que se você que tem um idoso dentro de casa, aconselhe, fale enfim alerte sobre esse tipo de golpe.


Logo_Branco_Sem_Fundo.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Momento