Deputados aprovam suspensão do corte de serviços essenciais

De acordo com a matéria aprovada, os serviços de energia elétrica, água, esgoto e gás não podem ser suspensos devido à falta de pagamento até o dia 31 de dezembro

A Assembleia Legislativa tem se reunido virtualmente com os 40 deputados para votar os pareceres em regime de urgência. Na sessão extraordinária desta quarta-feira (25), o deputado Marcius Machado (PL) votou pela aprovação do projeto que suspende o corte de serviços essenciais. 

De acordo com a matéria aprovada, os serviços de energia elétrica, água, esgoto e gás não podem ser suspensos devido à falta de pagamento até o dia 31 de dezembro. 

O parlamentar também votou a favor do projeto que isenta o recolhimento de ICMS sobre a importação de medicamentos, produtos e equipamentos médicos e hospitalares que estejam relacionados a pandemia do coronavírus, até o mês de setembro. 

Para o deputado Marcius, este é um momento delicado para a vida do catarinense e da economia estadual e mesmo com as votações estejam acontecendo em regime de urgência, tudo deve ser analisado com cautela. "Estamos pensando no melhor para nosso Estado e nosso povo, temos certeza que vamos superar esse momento". 

Indicações

Marcius, ainda teve aprovada duas indicações recentes para a Serra Catarinense, como o pedido para mais vacinas para os municípios serranos e abertura da nova ala do Hospital Tereza Ramos (HTR) em Lages, para auxiliar no combate dos possíveis casos de Covid-19.


Logo_Branco_Sem_Fundo.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Momento