NEAB da Serra retoma atividades

13 Março 2019 11:31:00

Para o ano de 2019 será dada continuidade das atividades de pesquisa sobre as religiões com matriz africanas, literatura africana, memória e contribuição da população negra na região serrana

Os Núcleos de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas estão espalhados por diversas universidades públicas do Brasil. Lages foi presenteada com um núcleo há anos.

O grupo de estudos e pesquisa Negro e Educação (NEAB-NEU), atuante na Universidade do Planalto Catarinense- UNIPLAC, desde o ano de 2000, vem desenvolvendo pesquisas sobre a educação e a memória do povo afro descendente e Indígena da região serrana.

Integram-se a este trabalho voluntário na universidade, docentes, egressos e acadêmicos com a proposta de promover a educação das relações étnicas e suas implicações no estudo de noções de raça, racismo, identidade e etnia.

"O reconhecimento da importância do combate ao preconceito, a redução das desigualdades, estão inseridas nas metas do Plano de desenvolvimento Institucional (PDI), indo ao encontro do que preconiza o tripé - ensino, pesquisa e extensão na UNIPLAC", comentou Nanci Alves da Rosa, Coordenadora NEAB/NEU

As professoras Cida Gomes, Renilda da Costa foram as responsáveis pela implantação do núcleo em Lages e seus estudos sobre a diversidade, etnia/raça e questões culturais de origem desvelaram histórias das memórias afro-lageanas.

Para o ano de 2019 será dada continuidade das atividades de pesquisa sobre as religiões com matriz africanas, literatura africana, memória e contribuição da população negra na região serrana. Posteriormente o NEAB de Lages apresentará os resultados em congressos, publicará artigos como tem feito na ultima década. 





Por: Marciano Corrêa/repórter O Momento

Imagens

14472708677060.jpg

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Momento