Coronavírus: O que irá ou não funcionar

Conforme decreto assinado ontem terça-feira (17 de março), pelo governador Carlos Moisés, foram tomadas medidas drásticas para visando controlar a propagação do novo Coronavírus

Respaldado pela pandemia do Covid 19 (novo coronavírus), o governador Carlos Moisés assinou um decreto, na tarde de terça-feira (17 de março), com medidas drásticas, colocando o estado catarinense em situação de emergência, restringindo a maioria dos serviços. O anúncio se deu através do próprio governador em coletiva de imprensa no início da noite, após uma reunião que teve a duração de três horas com todo o secretariado.

Dentre as medidas adotadas estão a paralisação do transporte público em todo o estado catarinense pelo prazo de sete dias, além de fechar restaurantes, lojas, agências bancárias e demais estabelecimentos não considerados essenciais.

O que irá funcionar:

Farmácias, Unidade de saúde, mercados, a Polícia Militar vai reforçar segurança perto de supermercados, farmácias e postos de gasolina em SC. Postos de combustível: continuam com atendimento normal neste período, distribuidoras de água: estarão abertas, por determinação do governo do Estado, distribuidoras de gás: mantém os serviços normalmente, funerárias: funcionam normalmente, imprensa atua normalmente, mantendo compromisso com a informação de credibilidade, segurança privada: serviço deve permanecer igual.

O que para de funcionar

Transporte público municipal suspensos por sete dias, transporte público intermunicipal suspensos por sete dias, a partir do momento em que as empresas forem notificadas pelo Estado, transporte público interestadual suspensos por sete dias, a partir do momento em que as empresas forem notificadas pelo Estado. Viagens interestaduais, veículos, caminhões, veículo de passeio e motocicleta estão isentos das medidas.

Agências bancárias devem fechar, funcionando apenas os caixas eletrônicos, academias: portas devem ser fechadas e proibida a circulação de usuários, Shoppings não poderão funcionar a partir desta quarta-feira em todo o estado, comércio de rua: estará fechado, com exceção dos serviços essenciais, como farmácias.

Para Lages, valem as medidas decretadas pelo Governador Carlos Moisés, destacando ainda a paralização das Universidades, (Uniplac, Unifacvest, CAV), rede estadual e municipal de ensino,

O Clube de Dirigentes Lojistas (CDL), de Lages, emitiu nota oficial na manhã desta quarta-feira (18 de março), orientando seus associados, sob regime de quarentena, nos termos do inciso II do Art. 2º da Lei Federal nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, pelo período de sete dias, ou seja, fecharem as portas pelo período acima descrito.

A Transul vai continuar operando na cidade durante o dia de hoje, pois tem usuários que vieram trabalhar no dia de hoje e necessitam retornar para suas casas. Mas esta situação poderá mudar durante o dia. A empresa está aguardando um posicionamento oficial de cidades como Florianópolis, Joinville entre outras, Hoje a partir das 18 h deverá se pronunciar sobre a paralisação ou não no dia de amanhã.

As lojas da Celesc irão parar suas atividades até o dia 24 de março, funcionando somente o plantão.


Imagens

Logo_Branco_Sem_Fundo.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Momento