Coronel BM Tadeu vai para reserva deixando bons exemplos

Na reserva remunerada do CBMSC, Tadeu pretende continuar seu trabalho social pela comunidade

Na noite da última quarta-feira, 30, aconteceu a passagem de comando da 2º Região de Bombeiros Militar (RBM), na Câmara de Vereadores de Lages. O coronel BM Edson Tadeu Steinck de Souza passou o comando ao coronel BM Ariovaldo da Silva Pacheco.

Coronel Tadeu, como é conhecido por amigos e comunidade em geral, vai para a reserva remunerada dos bombeiros catarinenses deixando bons exemplos, já que durante os 36 anos, seis meses e 20 dias que prestou serviço à comunidade, foi referência por onde passou.

Vale lembrar que neste período coronel Tadeu Steinck atuou seis anos como tenente da polícia militar e após isso encerrou a carreira no Corpo de Bombeiros, onde conquistou todas as promoções possíveis e foi condecorado com medalhas de bronze, prata e ouro.

Dentre as muitas ocorrências que atendeu em favor de salvar vidas, coronel Tadeu Steinck integrava equipes em ocorrências de grande vulto tais como: Acidente com aviões na apresentação da Esquadrilha da Fumaça no Bairro Pisani onde morreram 13 pessoas; Explosão da Loja Caça e Pesca, Incêndios na Lanchonete Lanchick, Clube Princesa da Serra e Igreja Nossa Senhora do Rosário.

Coronel Tadeu Steinck estava à frente da 2ª Região de Bombeiros Militar de Santa Catarina desde julho de 2018, com circunscrição de 87 municipios e 36 organizações de Bombeiros Militar (OBM), totalizando um efetivo de 534 homens considerado assim o maior batalhão no estado em relação a extensão territorial.

Esposo e pai de três filhos Júlia, 19 anos que estuda música na Uniplac e Bruna, 22 anos que faz medicina veterinária na Udesc e Marcelo, 26 anos que é soldado do Corpo de Bombeiros, Coronel Tadeu Steinck deixa a farda com o sentimento do dever cumprido. "Combati o bom combate fiz minha parte pelo meu estado, região e cidade e creio que tenha servido de exemplo para muitos" detalha Coronel Tadeu Steinck.

Dentre as muitas conquistas que Coronel Tadeu Steinck teve no tempo que serviu no Corpo de Bombeiros catarinense com certeza a maior de todas foi acompanhar parte da carreira do filho, Marcelo Bornhausen de Sousa que é soldado do Corpo de Bombeiros a 6 anos e deverá ir a oficial em breve já que foi aprovado para o Curso de Formação de Oficiais (CFO) e passa a ser cadete da PMSC.

De um ótimo tramite na comunidade e sempre disposto a ajudar o próximo Coronel Tadeu Steinck deixa a farda mas permanecerá fazendo algo em prol do próximo e neste sentido pretende já em 2020 iniciar um projeto social esportivo implantando uma escolinha de futebol gratuita para alunos comprovadamente carentes.

Imagens


Logo_Branco_Sem_Fundo.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Momento