Hampel, um nome forte que volta a Lages

Ele já foi militar, escoteiro, vereador, secretário municipal de meio ambiente, Coordenador Geral de Prevenção e Preparação da Defesa Civil Nacional em Brasília no Distrito Federal, atuante em Camboriú na Pasta da Defesa e mais recentemente acumulando a Secretaria de Administração, retornou à Lages para dar sequência aos trabalhos sociais e políticos que sempre desenvolveu desde a época do exército.

Sempre participativo, esteve na redação de O Momento falando sobre passado, presente e futuro de sua vida.

Ele enfatizou da importância de alternância do poder e que isso ajuda a renovar projetos e situações, embora muita coisa tenha continuidade. "As mudanças são boas em qualquer esfera em se tratando de política", comentou Hampel Vieira.

Relembrou que quem está com a idade de 16 anos só viu o PT no poder e reforçou a importância de quebra deste ciclo e um exemplo foi a eleição de Jair Bolsonaro.

Durante sua fala veio à memória nomes importantes como, Coruja, Décio Ribeiro, Juarez Furtado, Colombo, Elizeu, Roberto Amaral e Renatinho, entre outros. Citou o fim do ciclo da madeira e a iminente necessidade de Lages se reinventar com isso o Dr Juarez Furtado foi em busca de mais de 90 empresas que se instalaram na cidade resignificando a sua economia.

Mas, Hampel falou que Lages precisa ter gestões otimizadas, eficientes, eficazes, virtuais e humanizada, pensando nas questões de sustentabilidade.  

Para 2020, ano eleitoral, Hampel comparado a outros nomes que estão na praça, se destaca em enquetes ganhando espaço por onde passa, com intenções de votos caso viesse a concorrer a algum cargo eletivo.

Seguro de suas intenções e para lutar por dias melhores, Hampel afirma que escolherá um partido menor para estar, e será pensado com inteligência nomes para apoiar caso não seja candidato.

Imagens


Logo_Branco_Sem_Fundo.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Momento