O triatleta lageano Marcelo Salvador é Top Finisher do FODAXMAN

Foto: DIVULGAÇÃO

FODAXMAN - O nome tenta traduzir o tamanho do desafio. Prova de triathlon extremo integrante do XTri World Tour e classificatória para o Norseman, mundial de triathlon extremo disputado na Noruega. A disputa aconteceu no último sábado, 11 e teve como palco o sul do Estado e a belíssima Serra Catarinense.

Começaram a prova 110 atletas de, pelo menos, 5 países. Desses, apenas 57 terminaram a prova no topo do Morro da Igreja, sendo que outros 18 terminaram o desafio em percurso alternativo (percurso relativamente plano), que foi determinado pelo tempo de corte na base do morro. Se as distâncias de 4 km de natação, 172 km de ciclismo e 42 km de corrida são números que impressionam, algumas características peculiares são o que tornam esse evento tão insano. A natação, realizada na barragem do rio São Bento em Sirerópolis, é noturna, o que dificulta a orientação e eleva o grau de dificuldade. O ganho de altimetria é absurdo, são 4900m acumulados durante o percurso total, sendo 3650m na etapa da ciclismo, passando pela belíssima e desafiadora Serra do Rio do Rastro e outros 1250m durante o trajeto da corrida, incluindo estradas de terra e, tendo como a "cereja do bolo", a chegada no do Morro da Igreja em Urubici. 

O sargento da Polícia Militar Marcelo Salvador é natural de Lages e vem há alguns anos dedicando-se ao triathlon. A rotina de treinamento é diária e duríssima. Marcelo contou um pouco sobre a prova: "Fiz tudo como havia planejado. Sabia que seria um duro combate entre o corpo e a mente e que não poderia deixar a mente vencer. Na natação, conforme o planejado, foi o único momento da prova em que consegui economizar, saí da água com 1h13m, e já fui avisado que já haviam saído mais de 50 atletas na minha frente. Na perna da bicicleta não dá espaço para economias, a Serra do Rio do Rastro não deixa qualquer margem para isso, e, se não bastasse, depois dela ainda faltavam 84 km de muitas subidas, que foram minando as pernas dos atletas. Tenho o ciclismo como ponto forte e cheguei em Urubici, para iniciar a corrida, com aproximadamente 8h20m de prova e já fui informado que estava em 12º lugar. Comecei a corrida bem e com motivação alta, apesar de um pequeno desconforto gástrico. Correndo, cheguei a ficar em 7º colocado, porém, cãibras nas duas panturrilhas na parte mais dura do Morro da Igreja fizeram com que eu tivesse que diminuir o ritmo para garantir da chegada. Concluí o desafio em 12h58m e em 12º lugar. Estou muito feliz por encerrar com sucesso essa incrível jornada que é o FODAXMAN. Gostaria de agradecer à minha família pelo apoio incondicional e aos meus "Staffs" Anildo Antunes, e o Dudu Madruga, que me acompanharam em cada quilômetro desse dia especial. Também aos apoiadores Cycles Beto e Vitalidade Espaço e ao 6º Batalhão de Polícia Militar."     

Concluído este desafio Marcelo já pensa no próximo objetivo: "99 de cada 100 triatletas tem o sonho de conseguir uma vaga para disputar o mundial de Ironman em Kona, no Havaí, e eu não sou diferente. O objetivo é ambicioso, mas cada dia tenho mais certeza que é possível."

Imagens

Logo_Branco_Sem_Fundo.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Momento