Parabéns

Lages: a Princesa da Serra completa 255 anos de fundação

No dia 22 de maio de 1771 Correia Pinto cria a Vila de Nossa Senhora dos Prazeres das Lagens

A Princesa da Serra completa 255 anos no próximo dia 22. É importante conhecer um pouco a história do município que é considerado o maior em extensão de Santa Catarina, além de ser o polo da região da Serra Catarinense.

Tudo começa com o governador de São Paulo Luís Antônio de Sousa Botelho Mourão, passando a missão a Antônio Correia Pinto, Capitão-Mor, de constituir povoamento e cidades nas terras mais distantes da capitânia.

Correia Pinto na data de 22 de novembro de 1766, chega ao território denominado "as Lagens" e no dia 22 de maio de 1771, reunidos com um grupo de povoadores, cria uma Vila de Nossa Senhora dos Prazeres das Lagens. Os primeiros ato de jurisdição foi a construção da capela da Igreja Matriz, a Cadeia e Câmara e o Pelourinho. Em 25 de maio de 1860, vila é elevada à categoria de cidade. Correia Pinto faleceu em 28 de setembro de 1783, seus restos mortais procuraram-se no altar mor da Catedral Diocesana de Lages.

A vila desenvolvida-se a partir da pecuária e agricultura. Como grandes fazendas produtoras, atendiam o mercado externo entre Viamão (RS) e Sorocaba (SP) e como pequenas fazendas abasteciam o mercado interno. Contudo, foi a partir dos anos de 1940 que a cidade experimentou o progresso econômico e social, denominado "ciclo da madeira". Indústrias ligadas ao setor madeireiro e ao comércio local, aumentaram, consideravelmente, a oferta de emprego, gerando riqueza para a cidade. Neste período, a cidade ficou conhecida pelo Brasil devido ao seu potencial cultural, artistas de renome nacional apresentavam-se nos teatros, cinemas e casas noturnas da cidade. Filmes foram gravados na cidade e artistas locais apresentavam seus trabalhos em todas as regiões do Brasil

Na política, Lages elegeu seis governadores estaduais, dentre eles Felipe Schmidt nos mandatos de 1898 - 1902 e 1914-1918. Vidal José de Oliveira Ramos nos mandatos de 1905 - 1906 e 1910-1914. Aristiliano Laureano Ramos sem mandato de 1933-1935. Celso Ramos sem mandato de 1961-1966. João Raimundo Colombo nos mandatos de 2011-2015 e 2015-2018. O maior nome da política de Lages foi sem dúvidas Nereu de Oliveira Ramos que foi governador de Santa Catarina entre os anos de 1935-1937 e 1937-1945, foi Ministro da Justiça e Presidente do Brasil entre os anos de 1955 e 1956.

Fonte: Assessoria de Comunicação Prefeitura de Lages e Historiador e pesquisador Lenílson Maia

Foto:  Assessoria de Comunicação Prefeitura de Lages


Imagens

Logo_Branco_Sem_Fundo.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Momento