logo RCN
Facebook
YouTube
Instagram
WhatsApp

JULGAMENTO

Tribunal do Júri da comarca de Lages julga quarteto por homicídio triplamente qualificado

22/06/2022 15:16

' Arquivo' : ' '



NCI/TJSC – Serra e Meio-Oeste


Na sessão do Tribunal do Júri da comarca de Lages, marcada para às 9h desta quinta, dia 23, quatro homens serão julgados pelo crime de homicídio triplamente qualificado.  Os réus foram acusados, ainda, pelos delitos de lesão corporal, praticado duas vezes, e corrupção de menores. Os trabalhos serão presididos pelo juiz Sérgio Luiz Junkes, titular da 1ª vara Criminal.

Os fatos ocorreram em 7 de setembro de 2018, em uma casa noturna, no bairro Copacabana.  Consta na denúncia que um dos réus urinava em frente à boate quando duas mulheres saíram e foram surpreendidas com a cena. Uma delas reprovou a atividade e foi xingada por ele. O marido, vítima do grupo, pediu que não a ofendesse e ofereceu um banheiro do estabelecimento.

Além de não aceitar, o denunciado passou a ofendê-lo também.  Para evitar atritos, os três retornaram para boate. Neste momento, o homem passou a chutar a porta fazendo com que as três vítimas, homens proprietários do estabelecimento, saíssem e fossem surpreendidos com chutes, socos, pedradas e golpes com capacetes. Um adolescente estava entre os agressores.

Uma das vítimas caiu no chão. O homem recebeu chutes e golpes de capacete, praticamente todos na região da cabeça. Mesmo depois da vítima convulsionar, as agressões continuaram. As outras duas vítimas sofreram lesões corporais. O crime de homicídio tem as qualificadoras do motivo fútil, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima.


Entenda o caso:


Eder Morreu e agressores serão julgados por homicídio

Um trabalhador incansável e ainda sócio-proprietário de uma casa noturna em Lages, Eder Antonio dos Anjos Goulart morreu na madrugada de sexta-feira em Lages, depois de ter sido espancado na frente do estabelecimento no qual era sócio.

Depois de ser vítima de espancamento na semana passada, Eder não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Os fatos estão sendo apurados pela polícia, mas segundo informações extraoficiais, ele foi agredido porque pediu para que rapazes não urinassem na frente do estabelecimento.

Os agressores desferiram golpes de capacete, ficando muito machucado. Segundo informações dois dos agressores foram presos em flagrante, mas ele foi agredido por cerca de 10 pessoas.

Os agressores respondem agora, por homicídio doloso quando há intenção de matar. Um dos agressores tentou fugir do local, mas se machucou e preciso ser hospitalizado, recebendo voz de prisão no hospital.

A comunidade lageana após saber da morte de Eder ficou perplexa com as consequências e agressão. Ele completaria 36 anos no domingo (16). Trabalhava também na Prefeitura de Lages, tanto a prefeitura quando amigos, familiares e conhecidos fizeram várias publicações, pois Eder era uma pessoa muito conhecida e adminirada.

Ele cumpriu missão de paz no Haiti, pelo Exército Brasileiro, era operador de máquinas pesadas na Secretaria de Planejamento e Obras, e, também DJ e sócio-proprietário em uma casa noturna em Lages. Eder Antônio dos Anjos Goulart, completaria, neste domingo, 36 anos.

Entenda o caso

Eder Goularte, após ser agredido, ficou internado no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres em coma induzido. A ocorrência, segundo familiares foi por volta das 6 horas de sexta (7).

Eles também agrediram o outro funcionário, mas seu quadro de saúde era estável até a última semana.

 


mais sobre:

Deixe uma resposta

publicidade